liberdade

liberdade
"No princípio era o conflito..."

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Um protesto cinematográfico contra os primeiros cortes de 2015


Mesmo que sejam necessários cortes em gastos públicos, me surpreende que a reeleita Presidente da República os inicie nos direitos atuais dos trabalhadores. Ela não anunciou cortes em gastos com os milhares de cargos comissionados, por exemplo; não – os cortes foram nos direitos daqueles a quem ela jurou lealdade, os brasileiros mais pobres.

Eu, o não socialista, não petista, inicio meu 2015 protestando contra o assalto feito pela ilustre Presidente contra as camadas mais baixas da população. Faço aquilo que seus eleitores não fizeram até agora, tão ocupados com o pão e circo de final de ano.

A pergunta que resta é: onde estão os defensores do “para o Brasil continuar mudando”? Se calam agora? Defenderão agora o que ela dizia ser o plano da “direita”?

Como protesto, deixo uma das mais belas e inesquecíveis cenas do cinema em 2014. As mulheres, mães e filhas dos mineiros galeses cantando “Bread and Roses” no filme Pride, em protesto contra as ações do governo para com os mineiros britânicos em 1984.


(A canção começa a partir de 1:07m.)